FILMES - site de filmes, trailer e cinema.

Onde estou: Filmes > Lista de filmes > Jogo de poder

FILME JOGO DE PODER

FICHA - FILMES DE CINEMA

Capa fundo Capa do filme Jogo de Poder

JOGO DE PODER

Título original:

Fair Game

Duração:

108 minutos (1 hora e 48 minutos)

Gênero:

Ação / Drama

Direção:

Doug Liman

Ano:

2010

País de origem:

EUA / EMIRADOS ÁRABES UNIDOS

Tuitar esse filme
Filmes de Cinema - Opções do filme

Data de lançamento:

SINOPSE (resumo do filme)

A identidade secreta da agente da CIA Valerie Plame (Naomi Watts) é revelada por oficiais da Casa Branca após seu marido, Joseph Wilson (Sean Penn), ter escrito no The New York Times, em 2003, sobre a acusação do governo Bush de que o Iraque possuía armas de destruição em massa era uma mera desculpa.

ELENCO

Naomi Watts (Valerie Plame)

Sonya Davison (Chanel Suit)

Vanessa Chong (Tabir Secretary #1)

Anand Tiwari (Hafiz)

Stephanie Chai (Tabir Secretary #2)

Sean Penn (Joe Wilson)

Ty Burrell (Fred)

Jessica Hecht (Sue)

Norbert Leo Butz (Steve Norbert)

Rebecca Rigg (Lisa)

Brooke Smith (Diana)

Thomas McCarthy (Jeff As Como Tom McCarthy)

Ashley Gerasimovich (Samantha Wilson)

Quinn Broggy (Trevor Wilson)

OUTRAS INFORMAÇÕES

Roteiro:

Jez Butterworth, John-Henry Butterworth, Joseph Wilson, Valerie Plame

Distribuição:

Paris Filmes

CONTEÚDO RELACIONADO

13 comentários para Jogo de Poder

por Karol Resende

05 de Setembro de 2013

Um filmaaaasso... mt interessante e estimulante! fiquei fascinada com tudo!! otimos atores otima historia e otima retrataçao dela!!

por jhons

04 de Janeiro de 2013

Filme Chato! Só bla bla bla

por Fabio

13 de Maio de 2012

Grande filme! Atuações muito boas da Naomi e do Sean. É uma história real que mostrou como os interesses políticos ignoram as verdades e como pessoas têm suas vidas destruídas sem pena para que não atrapalhem quem está no poder. Isso acontece em todos os países e no nosso muito mais, principalmente na era Lula-Dilma. Mensalão, Cachoeira, etc. são alguns poucos exemplos. A imprensa precisa ser livre para levar ao grande público algumas verdades.

por Luis Antonio Diego

06 de Dezembro de 2011

Muito bom mesmo. A Naomi está ótima, e o Sean Penn, nem se fala. Pena que pouco pode-se fazer. O Bush e companhia deveria ir para Haia. Mas a propaganda americana é pesada...

por Damarci

21 de Novembro de 2011

Filmão! Além de bons atores, mostra os bastidores do jogo de poder da era Bush; o pós 11 de set; e como os caras manipularam com as escassas informações sobre se o Iraque teria ou não armas químicas para destruição em massa. Quem sabe não é o mesmo que o Obama faz com o Irã. Sempre é bom saber que nem todos os estadunidenses estão coniventes com os jogos de interesses de seus governos e das grandes indústrias.

por Thayza

21 de Novembro de 2011

Nós q hOrrivel, Fiquei lá no fundao da sala sem querer assistir .. mim deu SONO demais Ecaaaa Que hOrrivel., o fimel é igual quando vc come Cebola !

por Gustavo

15 de Outubro de 2011

Como podemos notar, até mesmo em relação aos comentários abaixo, os quais respeito, estamos acostumados a nos interessar apenas sobre filmes de super-heróis, vampiros ou algo do gênero, cujas as histórias são inventadas por seres humanos com criatividade acima do normal mas sem nenhum acréscimo de cultura para os que assistem.
Quando nos deparamos com filmes que relatam algo de nosso cotidiano, algo que possa agregar algum conhecimento, consideramo-os como fracos, sonolentos, chatos e até mesmo sentimos vontade de deixarmos a sala onde tal filme esteja sendo exibido. Acredito que isso já seja de nossa cultura, implantada pelos mesmos tipos de governantes, que prezam pela ignorância de seus governados para continuarem no poder e executarem todo tipo de tirânia. Esse filme é um exemplo do que ocorre nos EUA, mas com grandes possibilidades de ocorrer em nosso país.

Receba as novidades do cinema